sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Banalização X Imediatismo

Com uma variedade de assuntos e temas bem abordados, o blog do Gjol usa o imediatismo de notícias abordadas de uma forma mais leve, textos curtos, um amplo campo de notícias e uma incrível maneira de chamar a atenção com fotos, vídeos e charges, como mecanismos para atrair o leitor.
Fazendo uma ligação do conteúdo que há no blog (analisado na última semana) com o texto da Industria Cultural de Paulo Sérgio Sertóri, pode-se entender que o consumismo - marcado pelo capitalismo - ocorre de forma destrutiva dentro da sociedade urbana. A intenção é atuar no imaginário das pessoas, retratando-as, criando na exposição aspectos materiais, e outros como o virtual ocupando o real. Assim a principal discussão que se faz, é como separar a cultura da publicidade? O Blog do Gjol, assim como o Sertóri, deixam exposto esse combate em muitos casos, mostrando quando o imediatismo da notícia a torna banalizada.
Assim, torna-se necessário analisar o que adquirimos, objetivando consumir somente o necessário, dando sentido aos nossos hábitos, para que não seja transformado em demasia. O “efêmero” é atrativo ao receptor - leitor, telespectador -, por mais que muitas vezes não precisemos daquela cultura. Porém o psicológico e o prazer da aquisição e visualização do acontecimento ou do fato noticioso fazem-nos sentirmos bem. Componentes dessa grande massa, precisamos racionalizar nossos sentimentos e pensamentos, visto que a mídia faz “força” para combater os intelectuais e aqueles que raciocinam o exposto.
A estética do descartável - inclusa na caracterização da cultura pop - é o objeto, um produto no consumismo exacerbado das pessoas que se apegam a tais elementos e ideologias estéticas como imagem, ignorando o pensar e o seu corpo como centro e metafísica do processo.
Analisamos que a mídia emprega a inclusão de elementos do não prazer para a sociedade, tornando-a comodista e sem poder de criticidade. Os profissionais midiáticos, mesmo tendo a consciência da inutilidade de alguns de seus produtos, suas qualidades e rendimentos, visam a durabilidade dele e buscarão mantê-lo no espaço, para apreciamento de um público muitas vezes hipodérmico.

Ana Carolina Paiva
Eloá Cruz
Gabriel Bozza

Nenhum comentário: