sábado, 2 de agosto de 2008

Informação

Segundo o texto de Silverstone a mediação nunca é completa, e sempre está em processo de transformação, além de não ser inteiramente satisfatória. Para ele o processo de mediação depende de todo processo comunicativo, desde a fonte até o receptor. Tudo pode interferir no processo midiático, todos somos responsáveis em parte pela mediação, como por exemplo: a fonte pelos signos utilizados ao transmitir uma informação, e o receptor pelo repertório que possui. A mídia pode transmitir os fatos procurando aproximar-se da realidade com imparcialidade, porém para Silverstone, não há processo puramente imparcial. Já, Ramonet ressalta no texto que hoje, a informação já não é mais apenas informação, ela é mercadoria. Ela se aproxima cada vez mais dos processos publicitários e da cultura de massa. Eles concordam em dizer que a informação está sendo trabalhada para atingir o público, passando a ser mais que informação, as vezes mistura do factual com o atemporal, ou do real com o emocional. Ambos fazem-nos refletir a notícia como forma de persuasão, seja para conhecimento, repertório, mercadoria ou formação de opiniões.


Aline Balbino, Bruno, Luana e Renata.

Nenhum comentário: