sábado, 2 de agosto de 2008

Modernidade que muda atitudes

No texto de Ilana Polistchuk, ela explica a história da humanidade e a divide em quatro fases. Para cada uma destas fases, a autora dá exemplos de como a sociedade viveu, tanto na parte cultural, econômica, política e social, como encaravam a ideologia do progresso e suas conseqüências. No decorrer, Polistchuk, destaca como na era da Idade Moderna a modernidade e a mídia interferiram na vida coletiva das pessoas, mudando atitudes e pensamentos, e logo mais, na sociedade contemporânea, tornando-as mais propensas a separarem e entenderem o que é público e o que diz respeito à vida privada. Para concluir Polistchuk afirma que os teóricos de comunicação começaram a se preocupar com o tempo pós-moderno, que diferente de todas as eras que a sociedade já passou, essa pode ser a baixa modernidade ou a modernidade tardia.
Já Zugmunt Bauman, demonstra como é a sociedade hoje, dividindo em dois grupos. O primeiro é o de pessoas estranhas que vivem em sociedade com máscaras para inserir em grupos que não pertencem apenas “para estar junto”, vivem uma civilização onde, muitas vezes, não separam o privado do público. No entanto, o segundo grupo remte ao consumo desenfreado, onde não é preciso vivem em grupos, em sociedade, pois, o consumo é um ato que se pode cometer sozinho, sem precisar sem inserir ou esbarrar em alguém.


Ana Carolina Paiva
Eloá Cruz
Gabriel Bozza

Nenhum comentário: