segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Somos vários em um só

Stuart Hall disserta sobre a identidade. Ele avalia se estaria acontecendo uma crise com a identidade cultural neste momento pós-moderno, uma vez que, segundo ele, hoje ninguém tem apenas uma identidade. São várias identidades que mudam constantemente, dependendo dos nossos contatos do dia-a-dia, sejam eles sociais ou com lugares diferentes.

Curitiba é a cidade em que nascemos e vivemos, mas a resposta não é imediata ao se pensar em uma identidade uniforme que corresponda à nossa realidade. A fragmentação da modernidade faz surgir novas identidades e se torna mais difícil ter apenas uma identidade como referência, sendo ela política, cultural ou social. Esses aspectos, se analisados separadamente, são mais fáceis de se justificarem, mas globalmente podem parecer confusos. Assim como a cidade vista de cima.

As fotos foram tiradas do terraço do Memorial de Curitiba, no Largo da Ordem, um lugar muito típico da cidade por onde passam pessoas de diversas raças, religiões e classes sociais. O centro histórico preserva o que era Curitiba há séculos atrás e guarda um charme e beleza especiais.

Diversos tipos de construções. Prédios altos, prédios baixos, uns coloridos, outros em tom cinza e pastel. Casas simples e mansões. Assim também somos nós. Vários num só. Mas a sombra e o sol chegam a todos as nossas identidades, algumas brilham mais.

Angélica Favretto, Bruna Sandrini, Fernanda Anciutti e Isabella Simões

Nenhum comentário: