sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Sobre a cibercultura no Jornalismo (webjornalismo)

A cyber cultura é um fenômeno contemporâneo que modificou a forma de se fazer jornalismo. Tendo em vista que o século XX foi um período longo onde se aperfeiçoaram as técnicas jornalísticas, no século XXI as transformações tecnológicas apressaram de forma alucinada as mudanças no procedimento jornalístico. A infra-estrutura virtual foi um aparato que veio de encontro à prática jornalística, já que ela tem como base a comunicação e a troca de informações. É uma ferramenta que impulsiona o conhecimento e que atende à necessidade do imediatismo típico da nossa época. Ao contrário dos analistas mais extremistas, a internet não tem o poder de controlar o ser humano por completo. Ela agiliza todo o processo mecânico e é imediata, mas não substitui o intelecto e a habilidade necessária do raciocínio e da reflexão. Pelo contrário, a internet incentiva a criatividade quando exige do usuário capacidade de associar e responder na mesma velocidade aos estímulos virtuais. O jornalismo encontrou uma ferramenta interessante para a sua prática, que permite uma maior interação com o receptor e, ao mesmo, a possibilidade de conhecer melhor seu leitor, ouvinte ou telespectador. As previsões mais pessimistas acreditam que os jornais impressos serão extintos. Acreditamos que, baseado na história de todos os veículos de comunicação modernos, o jornal não desaparecerá, mas se segmentará. O jornalismo encontrará uma função mais específica e direcionada para ele, exigindo até mesmo uma superação na sua qualidade. Soam para nós como boas notícias.

Nenhum comentário: