segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Uma tecnologia condicionante

O uso da tecnologia na atualidade apresenta-se cada vez mais relacionado à vida em sociedade. O transcorrer de um dia normal parece não ser possível caso um dos inúmeros artigos tecnológicos de que nos valemos não funcione. O condicionamento às diversas modernidades hoje participantes de nossas vidas, fez do ser humano uma espécie dependente das facilidades que elas podem nos proporcionar. O dia já inicia com o tocar do despertador que na maioria das vezes é proveniente de um celular. Aparelho este hoje responsável por condicionar e de certa forma escravizar seu usuário, que acredita não poder viver sem a mobilidade e facilidade que ele oferece. Logo ao levantar, chuveiro, aquecedor e geladeira são instrumentos de intensa utilização que já demonstram serem possuidores de necessidades quase que vitais à espécie humana. A televisão transmite as primeiras notícias do dia enquanto o microondas pode estar aquecendo o chá da manhã. No carro, enquanto nos direcionamos ao nosso local de trabalho, notícias em tempo real estão sendo apresentadas no rádio enquanto é possível observar inúmeros semáforos que, através de sinais luminosos sincronizados, coordenam fluxo e tempo humanos. Anúncios publicitários também são transmitidos com mobilidade e rapidez intensas, em coloridos e chamativos painéis luminosos. Durante o restante do dia, telefone, computadores e pen-drives ofertam serviços antes inimagináveis, mas que hoje sãos mais do que fundamentais para o transcorrer de um dia e para a efetividade da maioria dos trabalhos humanos.

Por Claudia Guadagnin.

Nenhum comentário: