terça-feira, 10 de março de 2009

Communicare...o que é?



A comunicação pode ser considerada o processo social básico, primário, porque é ela que torna possível a própria vida em sociedade. Vida em sociedade significa intercâmbio. E todo intercâmbio entre os seres humanos só se realiza por meio da comunicação. A comunicação preside, rege, todas as relações humanas.

O que é produzido e vendido pela comunicação? Uma mercadoria cada vez mais valiosa, apesar de imaterial: informação, ou seja, notícias, dados, idéias, conhecimento, ficção, cultura, arte.

É uma dessas coisas que todo mundo sabe o que é mas ninguém consegue definir com precisão. Ato de comunicar algo ou de comunicar-se (com alguém). O verbo vem do latim communicare, que significa participar, fazer, saber, tornar comum. Quando eu comunico alguma coisa a alguém essa coisa se torna comum a ambos.

Quando se publica uma notícia ela passa a fazer parte da comunidade. Comunicação, comunhão, comunidade são palavras que têm a mesma raiz e estão relacionadas à mesma idéia de algo compartilhado.

A etimologia da palavra sugere que se trate de um conceito eminentemente social na sua origem. Assim sendo, em primeiro lugar diz respeito ao homem. Em segundo lugar, trata-se de um fenômeno concreto, objetivo, que ocorre quando um ser A transfere uma informação a um ser B.

Em terceiro lugar, a comunicação seria um processo ativo, ou seja, envolve na sua essência um propósito, que é o de se influenciar outro ser, modificar seu comportamento, obter uma resposta.

Em quarto lugar, a tendência da relação comunicativa a se fechar em círculo, ou mais propriamente a evoluir segundo um espiral de influências.
Mas o termo comunicação, com o tempo, perdeu toda a nitidez conceitual e adquiriu significados muito amplos e variados. Pode se aplicar o termo hoje a tudo o que signifique contato, ligação, relação, união, passagem, além de diálogo, entendimento, contágio e convívio.


Fonte: http://www.unifra.br/professores/maicon/O que é comunicação.doc
Autor: Maicon Elias Kroth – Professor de Com. Social – Hab. em Jornalismo no Centro Universitário Franciscano – UNIFRA/RS.


Alexandra Fernandes, Fernanda Zaremba - 2º ano de Jornalismo Noturno

Nenhum comentário: