sábado, 7 de março de 2009

Comunicação é...

... a resposta discriminativa de um organismo a um estímulo. Ocorre comunicação quando alguma perturbação ambiental (o estímulo) vai de encontro a um organismo e o organismo faz alguma coisa a esse respeito (dá uma resposta discriminativa). Se o estímulo é ignorado pelo organismo, não há comunicação. A prova é uma reação diferencial de alguma espécie. A mensagem que não tem resposta não é comunicação. Em seu sentido mais amplo, ocorre comunicação sempre que um indivíduo atribui significado a um estímulo interno ou externo. E não é propriamente a resposta em si mesma, mas é essencialmente a relação que se estabelece com a transmissão do estímulo e a evocação da resposta. Quando realizada entre dois ou mais seres que conhecem um certo sistema de signos, previamente estabelecido, tem o poder de modificar a disposição mental das partes associadas. Através da comunicação, torna-se comum aos outros não somente as coisas externas de uma pessoa, mas também ela própria e suas ações mais íntimas da consciência - idéias, vontades, estados de alma. Por isso que foi possível ao homem formar sociedades, e mais, elas não só continuam a existir pela transmissão, pela comunicação, como também se pode perfeitamente dizer que ela é transmissão e comunicação. E o mais importante: a comunicação é que tem o poder de tirar uma pessoa do anonimato, e ela passa a existir como pessoa (além do físico) para quem se comunica. Se progredir na comunicação, pode ao menos influir na sociedade da qual faz parte. E, quanto mais conseguir fazer isso, mais vai aumentar sua autoestima, o que é excelente para o autoconhecimento.

Como comunicação é um conceito muito complexo, mesclei vários autores, além da minha opinião no final, fortemente influenciada por teorias sobre participação política. Aqui estão seus nomes, não necessariamente na ordem: S. Stevens, Colin Cherry, E. Baragli, J. Dewey, E. Menezes e L. Thayer. Todas essas citações foram tiradas do Dicionário de Comunicação de Rabaça, edição 2001.

Nenhum comentário: