quinta-feira, 12 de março de 2009

Definição de Comunicação

“A comunicação é o processo que envolve a troca de informações utilizando-se dos sistemas simbólicos como base para o entendimento das informações a serem passadas. Podemos também identificar algumas maneiras de se comunicar: duas pessoas podem se comunicar através da fala, escrita, gestos com as mãos, mensagem enviadas através do telefone, Internet e outros meios de telecomunicações que permitem assim a interação entre as pessoas afins de algum tipo de troca informacional”.
(McLUHAN, M. Os meios de comunicação como extensões do homem).


O conceito de comunicação se abre ao “invisível”, passando a considerar o que se esconde no “entre”, localizando-se no espaço das relações, em um processo construtor da dinâmica cultural. Pensar a comunicação como produção de signos e significados foi necessário para compreender sua relação com o campo cultural e da arte, nos quais ocorrem processos dinâmicos e complexos de associações, conexões e relações simbólicas.
(Beatriz Morgado de Queiroz – Graduada em Comunicação Social, habilitação Relações Públicas, pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ)


A comunicação constitui uma das ferramentas mais importantes que os líderes têm à sua disposição para desempenhar as suas funções de influenciação. A sua importância é tal que alguns autores a consideram mesmo como o “sangue” que dá vida à organização. Esta importância deve-se essencialmente ao fato de apenas através de uma comunicação efetiva ser possível:

1. Estabelecer e dar a conhecer, com a participação de membros de todos os níveis hierárquicos da organização, os objetivos organizacionais por forma a que contemplem, não apenas os interesses da organização, mas também os interesses de todos os seus membros.

2. Definir e dar a conhecer, com a participação de membros de todos os níveis hierárquicos da organização, a estrutura organizacional, quer ao nível do desenho organizacional, quer ao nível da distribuição de autoridade, responsabilidade e tarefas.

3. Definir e dar a conhecer, com a participação de membros de todos os níveis hierárquicos da organização, decisões, planos, políticas, procedimentos e regras aceites e respeitadas por todos os membros da organização.

4. Coordenar, dar apoio e controlar as atividades de todos os membros da organização.
5. Efetuar a integração dos diferentes departamentos e permitir a ajuda e cooperação interdepartamental.

6. Desempenhar eficazmente o papel de influenciação através da compreensão e atuação em conformidade satisfação das necessidades e sentimentos das pessoas por forma a aumentar a sua motivação.

(Autor: Paulo Nunes)


Alunas: Bábylla Miras, Bruna Oliveira, Giovana Luersen, Vanessa Otovicz. Jornalismo A

Um comentário:

celina disse...

ok
mas eu ficaria com o Mc Luhan, pela sua importancia como teórico.