terça-feira, 10 de março de 2009

Extensão ou Comunicação

Conceito: Extensão ou Comunicação - 8ª edição
Autor: Paulo Freire

http://www.bonato.kit.net/Extensao_ou_Comunicacao.pdf
Para a comunicação passar a transmitir algo, realizar uma ligação com o seu receptor é necessário que haja um ser pensante. Este processo comunicacional só se dá através de signos linguísticos, como afirma Paulo Freire: “... a comunicação entre ambos, que se dá através de signos linguísticos,..., desta forma, um mundo de comunicação.”
Os elementos para se estabelecer uma relação comunicacional só são concretizados se houver mais de um sujeito pensante. Esta identificação nunca poderia ser somente por um elemento, pois assim não seria estabelecida uma relação entre ambos. O que mediatiza este termo entre os sujeitos é a maneira com que este processo é estabelecido: por significados e fatores significantes. Portanto, a teoria é baseada por esta reciprocidade entre estes dos elementos.
Os objetos pensantes só são expressos por sujeitos ativos. Não será entendida uma formação de conteúdo por seres passivos. Paulo Freire enfatiza ainda: “Desta forma, na comunicação, não há sujeitos passivos.”
A inter-relação dos sujeitos é o que determina o diálogo. O dialogar é a base para a interação dos sujeitos. Só que para que haja uma ação em conjunto deve haver significados comuns a ambos, entretanto, se um não tem este “repertório significativo” não haverá reciprocidade comunicacional entre eles.
Paulo Freire sistematiza cada elemento dentro do meio, aplica funções e processos de ligação entre cada membro do conjunto. Concluindo assim, os conceitos de comunicação para cada termo levantado.

Ana Caroline
Ana Paula
Honislaine Rubik
Talita Caroline

Comunicação Social - Jornalismo Noite
3º período - U

Nenhum comentário: