terça-feira, 10 de março de 2009

O império do Youtube

O Youtube, que existe desde 2005, é uma referência na hospedagem de vídeos na internet. O site, que é o mais popular do tipo, abrange todo tipo de gravação, de clipes musicais, passando por trailers de filmes, campanhas políticas e até mesmo trechos de telejornais. O material encontrado no Youtube pode ser disponibilizado em blogs e sites pessoais (Orkut, por exemplo) através de mecanismos desenvolvidos pelo site.

Hoje em dia ele é um dos principais meios de informação na internet dentro desta concepção (dois em três vídeos vistos na internet são do Youtube). Além do que já foi citado, ele abre espaço para o internauta publicar o que desejar. Devido a isso, há um numero infinito de informações visuais em um só espaço, havendo a possibilidade de se acessar o que quiser em segundos. Todos os tipos de conteúdos imaginados encontram-se lá. Podemos citar dois exemplos de pessoas influentes que aderiram ao espaço tecnológico que é o Youtube:

1) O canal oficial do Vaticano, onde o Papa Bento XVI pretende criar uma relação mais próxima com os fiéis e transmitir mensagens da Igreja.

2) O canal oficial da Rainha da Inglaterra, onde Elizabeth 2ª divulga mensagens da coroa para os britânicos e também vídeos da família real.

A audiência do site é algo gigantesco se pensarmos que o Youtube existe há apenas quatro anos e chegou a passar de 6.7 milhões para 10.6 milhões de internautas residenciais em um ano.

Assim como em qualquer tipo de mídia, apesar de o site disponibilizar muitas informações relevantes e verdadeiras, é preciso tomar cuidado com conteúdos desnecessários que o site possa disponibilizar. Obviamente não há como controlar tudo o que é publicado devido à grandeza do site, mas, apesar disso, o Youtube censura vídeos impróprios como pornografia, por exemplo.

3º período - Jornalismo B

Analívia Ferreira da Costa
Daniela Andrade
Flávia Pontarolla Tomita
Natália Santos da Luz

Nenhum comentário: