segunda-feira, 6 de abril de 2009

O jornalismo tem função e meios para cumprir suas funções

F

ernando Evangelista, jornalista, correspondente e atualmente professor, considera que a função principal do jornalismo é informar o público sobre os fatos, como medida para se fortalecer a democracia. Mas acredita que esta função não é cumprida no Brasil. “Os grandes meios de comunicação no Brasil, historicamente, estão preocupados com o poder e, por isso, são como partidos políticos empenhados em determinadas causas”. Segundo ele, estes estão preocupados com o lucro e não com informação de qualidade, levantam bandeiras particulares em suas publicações, comprometendo o equilíbrio da informação.

Evangelista ainda deixa claro que a função do jornalismo, conceituada de maneira simplista é informar, compartilhar. Para isso, ele descreve três importantes atitudes:

1) A fiscalização do poder;

2) O relato dos fatos com honestidade; e

3) A distinção de contar histórias que não se contam.

Evangelista também afirma que não existe nenhum meio de comunicação ou jornalista imparcial. O que existe é equilíbrio e este é que define o jornalismo de qualidade.



*Fernando Evangelista já trabalhou na Caros Amigos, cobrindo o conflito na Palestina, a Guerra do Iraque e a Guerra no Líbano. Atualmente é professor e diretor de dois documentários. Evangelista tem 34 anos e é diplomado há 9 anos pela Unisul.



Jornalismo - Noturno

Angela Hortencia Weber
Fernando de Jesus
Larissa Santin

Um comentário:

celina disse...

o depoimento é ótimo, mas vcs poderiam ter trabalhado a materia de modo a não deixar tao dependente da fonte.