quarta-feira, 13 de maio de 2009

Agulha Hipodérmica em Guerras


Já na Primeira Guerra Mundial, os governantes, viram no cinema, jornais impressos e até mesmo em discursos, um ótimo meio para difundir suas idéias nacionalistas. E assim se criou uma nação forte e unida sem dificuldades e nem questionamento.

Na Guerra do Golfo as emissoras de televisão só podiam transmitir aquilo que fosse permitido pelo governo norte-americano, provavelmente a manipulação de dados foi muito grande.

E na Guerra do Iraque, o mundo ocidental, viu e realmente acreditou que os Estados Unidos foram uma grande vítima e que os iraquianos os “bandidos”. Pelo fato de que a maioria dos meios de comunicação expôs a guerra assim, não restando outro ponto de vista para defender. Mais uma vez a população foi vítima da agulha hipodérmica e aderiram ao ponto de vista que quiseram que fosse aderido.


Ivo Stankiewicz, Milene Silveira, Mylena Gama e Robson Leandro
Jornalismo - 3º Período - Noite

Um comentário:

celina disse...

1. "... nacionalistas!" - O discurso da midia...!

" E assim se criou uma nação forte e unida sem dificuldades e nem questionamento."
Entendi o q querem dizer, mas é um tanto simplista.

ok a atualização.o texo deve ser mais articulado.