quinta-feira, 14 de maio de 2009

Hipodérmica e Funcionalista: As teorias e suas influências



A teoria hipodérmica fala de manipulação enquanto a funcionalista fala de funções. Os hipodérmicos questionam o que a mídia faz com as pessoas e julgam o receptor como escravo da mídia. Já os funcionalistas perguntam-se sobre o que as pessoas fazem com a mídia, e consideram o receptor como influente. São perspectivas opostas observando o mesmo fenômeno.
Tratando-se de mídia, a influência hipdérmica aplica-se a classes menos favorecidas culturalmente e de baixo intelecto. O funcionalismo atua em indivíduos mais instruídos e com maior poder opinativo.


DEFINIÇÕES

Teoria hipodérmica: Quando há um estímulo (uma mensagem da mídia), esta adentra o indivíduo sem encontrar resistências, da mesma forma que uma agulha hipodérmica penetra a camada cutânea. Se um indivíduo está exposto à mensagem comunicada, ele será manipulado e controlado, sem condições de oferecer resistência.

Teoria funcionalista: A influência da mídia depende das características do sistema social que a rodeia. Essa influência é um reforço de valores, comportamentos e atitudes. Analisa os efeitos e os conteúdos; põe em questão a teoria hipodérmica do efeito direto das mensagens nos receptores, atendo-se a diferenças na recepção das mensagens, tais como idade, sexo, meio social e experiências.


Grupo: Alessandra Belini, Amanda Ludwig, Gisele Linhares e Vinícius Salvino.
3º período, Jornalismo noturno

Um comentário:

celina disse...

gostei do post!
objetivo, sintético.