quinta-feira, 14 de maio de 2009

Teoria Hipodérmica

Segundo a Teoria Hipodérmica, uma mensagem lançada pela mídia é imediatamente aceita e espalhada entre todos os receptores, em proporção igual. O público é tratado como massa, e é extinta a presença de filtros nas mensagens passadas. O crítico hipodérmico vê o receptor como escravo da mídia e alguém que recebe a informação sem contestar sua origem e até mesmo se é verdadeira. Manipulação é a palavra-chave desta teoria. Se uma pessoa é atingida pela propaganda, ela pode ser manipulada e controlada. O receptor nada mais é do que passivo e condizente com o que é passado pela mídia. Os comunicadores de massa ordenam e o receptor que é fraco, aceita. O modelo hipodérmico pode ser descrito como sendo uma teoria da propaganda e sobre a propaganda, compreendendo o termo "propaganda" em sentido muito amplo, ou seja, a difusão de concepções, idéias, valores e atitudes através dos sistemas de comunicação de massa (rádio, jornal, TV, cinema, revista).


Jornalismo A
Manhã

Clarissa Herrig, Larissa Dalitz e Lívia Marques.

Um comentário:

celina disse...

" informação sem contestar sua origem e até mesmo se é verdadeira..." - na primeira já não está a segunda?

manipulação não é uma boa palavra, no caso. controle é melhor.

o miolo do texto tá meio redundante...