quinta-feira, 18 de junho de 2009

Decisão fora da realidade

A tecnologia faz com que o jornalismo evolua em velocidade impressionante. A qualidade, a densidade, a capacidade de análise, do jornal impresso hoje convive com a rapidez, a diversificação e a forma leve para ser lida rapidamente no dia a dia corrido da grande massa, característica dos meios eletrônicos.
O jornalista é o principal agente desta transformação. Com formação acadêmica, e muito estudo diversifica o modo como produz e oferta informação jornalística de qualidade e ética. Desregulamentar a profissão de jornalista é atitude estranha e infeliz. Passou o tempo em que um amador e uma máquina de escrever faziam um jornal. Atendendo empresas que visam mão de obra barata e desqualificada, o STF mostrou ignorar o que é produzir uma notícia, editar diversas mídias e se responsabilizar pelo trabalho. A absurda comparação feita com cozinheiros desestimula quem estuda, tanto jornalistas quanto os profissionais de cozinha.

Giovana Luersen Chaves
Jornalismo A 3ºPeríodo

Nenhum comentário: