terça-feira, 16 de junho de 2009

Industria Cultural

A Indústria Cultural converte a cultura em mercadoria. A grande força dessa Indústria se verifica em proporcionar ao homem necessidades. Mas, não aquelas necessidades básicas para se viver dignamente (casa, comida, lazer, educação, e assim por diante) e, sim, as necessidades do sistema vigente (consumir incessantemente). Com isso, o consumidor viverá sempre insatisfeito, querendo, constantemente, consumir e o campo de consumo se torna cada vez maior. O mundo vive num sistema econômico-político-cultural capitalista e o surgimento da sociedade capitalista transformou as manifestações culturais em produto. Este cenário desencadeou a formação da indústria cultural que trabalha com a produção de projetos, canais, jornais, radio revista e outras formas de descontração, baseadas na cultura, visando o interesse lucrativo que impõe um determinado padrão a ser mostrado que transforma o espectador numa pessoa de critica rebaixada. Essa origem dada através da sociedade capitalista que transformam a cultura em um produto comercializado. A heterogeneidade da indústria cultural brasileira é percebida não somente no grau de diversidade cultural e territorial de nosso país, mas por focar conteúdos de culturas estrangeiras em detrimento de nosso conteúdo nacional. Quando ocorre em nossas mídias uma exposição de nossos valores e identidades, há o abarcamento de interesse comercial que interfere no que deve ser mostrado para adquiriraudiência.
A principal forma cultural construída por essas industrias é a televisão que ensina e forma indivíduos cada vez mais cedo. Nela podem-se observar diferentes temas e culturas expostas a qualquer horário e idade. Os conteúdos nela existentes possuem mensagens subliminares que conseguem escapar da consciência, o que tende a provocar alienação. Diante disso, pode-se perceber este meio cultural como um produto bom que é capaz de mostrar conteúdos reveladores e contribuir para o desenvolvimento humano e um produto ruim é capaz de alienar uma pessoa, levando-a a pensar e agir como lhe é proposto sem qualquer tipo de argumentação. A arte em geral, as manifestações histórico – culturais e a identidade de uma região servem como inspiração e conteúdo de obra e produto cultural. Em suma a indústria cultural busca produzir algo que conquiste público e relevância comercial e se ramifique em produtos licenciados.


Acadêmicas: Barbara Lobo, Lorena Dias, Micheli
Jornalismo Noturno 3º Período

Um comentário:

celina disse...

cadê a convergência?