terça-feira, 16 de junho de 2009

Jornalismo cidadão x internet

Ao contrário do outro grupo, que pretende destacar o lado positivo da internet na hora de fazer jornalismo cidadão, pretendemos mostrar as falhas que podem ser cometidas neste meio, como por exemplo a rapidez com que as notícias são passadas ao público. Por haver a necessidade de informar com agilidade, algumas informações são omitidas e, por vezes, até mesmo modificadas. Um exemplo é o caso de um casal que "perdeu" o vôo 447 da Air France e, chegando ao seu destino, eles alugaram um carro e, em um acidente, a mulher morreu. Alguns jornais, online em sua maioria, utilizaram do sensacionalismo para transmitir a informação. As pessoas que leram obviamente se sensibilizaram. Porém, um jornal brasileiro foi até a casa do homem que sofreu o acidente e ele contou a real história. Eles sequer haviam comprado a passagem da Air France, mas sim de outra companhia (Ibéria). Concluindo, a internet é um meio muito útil, mas, justamente pela necessidade de agilidade, algumas notícias acabam sendo mascaradas.

Analívia Ferreira da Costa

Flávia Pontarolla Tomita

Mayara Bressán

Natália Santos da Luz