quinta-feira, 18 de junho de 2009

Liberdade de expressão


Até que ponto é permitido (e moral) desfrutar do direito à liberdade de expressão? Em sites como o Orkut, qualquer pessoa pode falar o que bem entender. Julgar, insultar e ofender são ações comuns. As leis existem, mas não há controle. Desde que não se fale em abuso sexual e pedofilia, ninguém é punido. Enquanto não houver a consciência de que o direito de um acaba quando começa o do outro, a população orkutiana continua a criar comunidades única e exclusivamente para criticar a aparência alheia.

Aluna: Patricia Fernanda Pereira
Jornalismo - B (manhã)

2 comentários:

Gaspar disse...

geralmente quando a gente vai escrever na internet, fazemos isto sozinhos, sem ninguém olhando. Acho que isso passa uma sensação de provacidade que estimula as pessoas a serem mais sinceras na internet, esquecendo que outras vão ler aquilo.

Guilherme Gaspar
Turma A

celina disse...

ok, legal a levantar a discussão.
alguma sugestão pra começar a solucionar o problema?