quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Aeroporto


Como não sou daqui, o lugar que eu mais me identifico em Curitiba é o aeroporto, mais especificamente o momento que estou chegando. É aí que “cai a ficha” que deixei um lar, mas que estou entrando em outro. Essa sensação às vezes é boa e às vezes ruim, pois envolve aprendizado e responsabilidade. Além disso, o aeroporto representa uma das coisas que mais gosto de fazer: viajar.

Lívia Pulchério
Jornal B

Nenhum comentário: