sábado, 12 de setembro de 2009

Essa metamorfose ambulante



Já que Stuart Hall diz que o sujeito Pós-Moderno não tem uma identidade fixa ou permanente, concordo e me coloco no lugar de sujeito.
Vinda do interior do Paraná, onde a criação é mais conservadora e tem valores bem distantes dos da "cidade grande", a minha personalidade sofre constantes metamorfoses.

A foto é da sacada do apartamento onde moro sozinha. Quando a solidão e a saudade da família batem, já tenho um remédio: acender um cigarro e olhar pela varanda. Nada melhor do que perceber já ter gente demais num espaço e acreditar que a solidão é apenas uma ilusão.


Bruna Alcantara.

Um comentário:

celina disse...

interessante o modo como vc concentrou o hall e a sua sensibilidade/subjetividade.