sábado, 12 de setembro de 2009

Jardim Botânico


Não existe um só lugar que me identifico em Curitiba,como Hall cita em seu texto o sujeito tendo uma identidade estável tem se fragmentado, tendo mais de uma identidade algumas vezes contraditória ou mal resolvidas.
Porém como tem que escolher somente um, escolhi o Jardim Botânico, mesmo morando longe o freqüento este lugar desde criança, ele me traz várias lembranças e pra mim é um dos melhores lugares pra descansar, por as ideias no lugar ou até mesmo se divertir com a família e os amigos.Além de me fazer bem, parece que não estou na minha realidade, o ar parece mais puro, as flores mais bonitas.Enfim isso se encaixa no pensamento de Hall quando ele diz que a globalização tem forte influência na formação de identidades e que nos mesmo projetamos elas mesmo que seja algo provisório.

Majore Desirèe Ribeiro
Jornalismo A

Um comentário:

celina disse...

ok, mas o texto pode ser mais elaborado, articulando melhor a teoria.