quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Jornalismo em revista

Mauren acredita que ainda tem um caminho muito longo a trilhar como profissional na área de jornalismo, mas atualmente trabalhando em uma revista, acredita que este foi o ramo em que melhor se encaixou. Segundo ela foi necessário aprender outras rotinas, como a de jornal diário, seus leads, clarezas e objetividade. Cada revista tem um estilo, e o profissional que se aprimorar dentro do seu ramo, fará maior sucesso.
Segundo Mauren “Existem vários tipos de revistas e cada uma tem sua função. Todas comunicam, não há de se negar. A diferença está em O QUE e COMO comunicam. O respeito, a ética e o jornalismo deveriam ser prioridade em todas, mas não é o que vemos. Ainda assim, quando de um bom projeto e bons profissionais, a revista exerce seu papel de bem informar, o que é valorizado por diversos pontos que só este meio de comunicação tem.”
“Seu formato, suas páginas e sua clipagem permitem um transporte mais ágil e um leitura segmentada, ou seja, pode-se ler uma página por vez, ou por dia, adaptando-se a leitura ao tempo, e localização, do leitor.” Algumas vantagens citadas por Mauren é o fato de a revista permitir que o jornalista investigue e conte com maior detalhe suas histórias, ela permite textos de maior emoção, tempo de criação e investigação maior e também disponibiliza maior espaço para escrever e colocar fotos. Outro ponto positivo falado por ela é a possibilidade de criar uma revista para um público direcionado, falando especificamente de um determinado.
Como tudo tem seu lado negativo e positivo, com a revista não é diferente. O que mais deixa a desejar em uma revista, segunda Mauren é o fato de que as notícias mostradas nela, nem sempre são atuais como no caso da TV, Rádio, entre outros... Quando a revista é editada muita coisa já se passou e algumas pessoas até já leram sobre o assunto.

Entrevistada: Jornalista Mauren, formada pela Positivo e pós-graduada em Educação e Valores Humanos, pela Espírita.

Aulas: Mariana Hillbrecth e Simone Sadoski
4° Período - Noite.

Um comentário:

celina disse...

quem é mauren?
o texto não introduz o entrevistado, nem posiciona a discussão de bauman, q é o proposito da postagem.