sábado, 12 de setembro de 2009

Meu canto da cidade


Talvez não haja nesse momento de minha vida um lugar melhor para definir minha identidade do que o parque Barigui. Isso porque ele é o local onde vou desde que era um bebê até os dias de hoje. Guardo boas lembranças dos divertidos finais de semana que passei lá em minha infância. Incontáveis vezes andei de bicicleta, corri, joguei vôlei nesse parque. Caso não fosse anti-prático ir lá, devido a distancia de minha casa, com certeza eu freqüentaria muito mais ainda do que freqüento o Barigui. Este lugar explicitado na foto é o que mais gosto, extremamente familiar e considerado por mim um lugar adorável para pensar na vida, relaxar, admirar a natureza, estando muito bem acompanhada ou sozinha. Debaixo das árvores considero o local perfeito para ter uma conversa legal com alguém, refletir, relaxar, “colocar a cabeça no lugar” quando necessário, ter um tempo de descanso, até mesmo de paz quando estou com problemas. É ali, encostada em um troco de árvore olhando para o lago, que me sinto em casa. É ali o meu canto na grande Curitiba.

Daniela Mallmann Andrade
Jornalismo B

Nenhum comentário: