sábado, 12 de setembro de 2009



Não sou de Curitiba, talvez por isso tenha tido tamanha dificuldade em encontrar um lugar pelo qual me identificaria. Por morar longe dos meus pais ou de qualquer forma familiar, inicialmente tinha escolhido uma paisagem, a vista do meu quarto. Não me identificando com nenhum dos prédios ou até mesmo da Praça Carlos Gomes, mas sim o conjunto em si.

Por não estar em Curitiba, optei por outro lugar que o Google imagens facilmente encontraria. A Praça Osório me passa de certa forma uma identificação em determinados meses ou semanas do ano. Ela tem algumas feirinhas, por exemplo, a de Natal, Páscoa... É nesse momento no qual mais me chama atenção. Talvez porque geralmente esteja relacionada a algum feriado, ou seja, dias nos quais viajo para casa. Sair à noite da faculdade (ou um pouquinho antes, afinal ela não fica aberta até muito tarde) e andar na XV sempre relembra que logo logo estarei novamente em casa.


Elis Paola Jacques
Turma B - Jornalismo

Repostagem - Foto: Elis Paola Jacques