terça-feira, 23 de março de 2010

A Comunicação enquanto conhecimento mutável
Imagem disponível em:http://lucianosiqueira.com.br/site2009-2/images/stories/midia.jpg

No texto de Vera Veiga França a autora aborda a necessidade de um modelo consistente para a área de Comunicação.
Enquanto outras áreas do conhecimento apresentam objetos de estudo palpáveis, a Comunicação é uma área vaga em referenciais teóricos e metodológicos. Seus objetos de estudo – os meios de comunicação e o processo comunicativo – são fenômenos mutáveis, o que dificulta a criação de vínculos no estudo.
Apesar do processo comunicativo entre emissor - mensagem - receptor estar presente em todas as áreas, o estudo comunicativo não se detêm apenas em transmitir a mensagem, mas também em como essa mensagem chegará ao receptor, quais serão os efeitos, qual é a finalidade da mensagem, qual é o motivo da transmissão, entre outras tantas indagações.
É justamente essas ramificações que permitem com que a comunicação seja uma área escassa de referenciais. Um mesmo objeto pode sofrer muitas e variadas leituras sem que se chegue a um denominador comum.
Assim como a própria autora coloca:"Trata-se portanto, o processo comunicativo, de algo vivo, dinâmico, instituidor de sentidos e de relações; lugar não apenas onde os sujeitos dizem, mas também assumem papéis e se constróem socialmente; espaço de realização e renovação da cultura".

Alunos:Amanda Burda, Camila Olenik, Magda Cursino, Rubens Moreira e Talita Midori Inaba.
Jornalismo - manhã

Um comentário:

celina disse...

ok
bom estudo
não entendi - "É justamente essas ramificações que permitem com que a comunicação seja uma área escassa de referenciais".

gostei do titulo...conhecimento x mutável...