sábado, 6 de março de 2010

CONCEITO DE COMUNICAÇÃO – DIALÉTICA E RETÓRICA

A dialética: Para Platão, a essência da filosofia recai sobre o processo da dialética, no qual a razão e a discussão levam progressivamente à descoberta de importantes verdades e do esclarecimento. Isto gerou uma disputa com os pensadores Sofistas; Platão acreditava que os sofistas se importavam não pela verdade do argumento, mas, apenas por sim em seu poder de vencer uma oratória. Dois dos diálogos de Platão são focados na retórica. Gorgias enfatiza o ponto de platão em que ele diz que os sofistas valorizam o estilo sobre a essência. Filosofia e retórica são relacionados da mesma maneira que a medicina e os cosméticos. Isto é, a medicina (como a filosofia) se importa com a essência das coisas, de outro lado os cosméticos (como a retórica) cuidam apenas das aparências. A dialéctica não é apenas uma forma do pensamento; existe na matéria independentemente do pensamento; por palavras, o movimento da matéria é objetivamente dialético. O dialético materialista não coloca na matéria aquilo que só existe no seu cérebro; mas, com ajuda dos seus sentidos e do seu pensamento - também este submetido às leis da dialética - ele abarca diretamente o dever material da realidade objetiva (Wilhelm REICH). Uma abordagem hegeliana institui a dialética de uma composição de "afirmação, negação e negação da negação". As coisas são de uma natureza "ideal", e sua interpretação filosófica deve ser o idealismo. A existência das coisas é "a inquietação de Algo no seu Limite". E é neste gancho que entra a comunicação, que sempre é levada a um novo limite e contestada e como possui caráter metamorfico, muda, e sempre a favor da corrente de pensamento humano e de suas necessidades.
A retórica: A retórica é a técnica (ou a arte, como preferem alguns) de convencer o interlocutor através do discurso. Classicamente, o discurso no qual se aplica a retórica é verbal, mas há também — e com muita relevância — o discurso visual. A retórica aristotélica de certa forma herdeira daquela de Sócrates, procura fazer o interlocutor convencer-se de que o emissor está correto, através de seu próprio raciocínio. Retórica não é dizer o que é certo, mas sim fazer o próprio receptor da mensagem chegar sozinho à conclusão de o que é certo.
FONTES: Filosofos PLATÃO, GORGIAS, WILHELM REICH
pt.wikipedia.org/wiki/Dialética_na_comunicação
pt.wikipedia.org/wiki/Retórica


Alunas: Angela Delong, Fernanda Francisquinho, Juliane Ciniava, Mayara Locatelli

3° Período de Jornalismo - Noturno

Nenhum comentário: