segunda-feira, 29 de março de 2010

Conhecer o quê?

Vera França discute um ponto fraco da comunicação: a comunicação em si pode ser um domínio científico? No artigo "Paradigmas da Comunicação : conhecer o quê?" a questão não é se fechar para o mundo e para as outras áreas mas sim uma especificação no jornalismo, na publicidade, nas relações públicas. Por exemplo, um jornalista pode viver tudo o que a profissão permite e presenciar o que for possível mas não possui o poder de dizer a sua opinião, até mesmo sobre assuntos que lhe dizem completamente respeito como a mídia, por exemplo.
A falta de uma teoria de comunicação como embasamento, para uma melhor definição dos cursos (no sentido de explicar suas atividades, suas histórias, deveres e limites) desfavorece a classe. Não que um comunicador não seja um profissional, mas a sociedade em si não o define deste modo. A prova mais recente foi a não necessidade do diploma para o curso de jornalismo. Uma profissão comparada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, a um curso de gastronomia.

Equipe: Angela Delong
Fernanda Francisquinho
Juliane Ciniava
Mayara Locatelli

Noturno

Um comentário:

celina disse...

ok, boa reflexao sobre a profissao - a partir do artigo.
em que pese a gastronomia ser tb uma área imporatante...