sexta-feira, 26 de março de 2010

Paradigmas da comunicação: conhecer o quê?

No texto “Paradigmas da Comunicação: conhecer o que?”, a autora critica o descaso dos alunos de comunicação quando se diz respeito a teorias. O que é uma matéria obrigatória em quase todos os cursos de comunicação perde-se e se passa por desinteressante. Na verdade, tem essa definição, por não ter uma definição ao certo, conhecida e explorada.

Mas como se sabe, nenhuma prática ocorre sem a teoria e a autora diz realizar um estudo que foi durante muito tempo seu interesse. Ela coloca em evidência a questão de que todas, ou melhor, a maioria das análises feitas hoje tem como referência a mídia. Elas captam e repassam, com influência do meio midiático. E o crescente fluxo de informações criado, deixa confusos profissionais e interesses se perdem.

Após citar inúmeras teorias e correntes de estudo, Vera França critica a falta de um contexto atual nas teorias da comunicação, alguém que abra um leque de soluções para problemas contemporâneos. E essas referências de teorias são as mesmas das ciências sociais. “Surgem mais uma vez as perguntas: qual é nossa especificidade? Quem são nossos autores? Quais são nossos conceitos?”

Camila Petry Feiler
Jornalismo, manhã, 3º período

Nenhum comentário: