sexta-feira, 26 de março de 2010

Paradigmas da Comunicação

Há quem diga que o jornalista é o profissional especializado em generalidade e, verdade ou não, esse termo se aplica perfeitamente à comunicação, no contexto proposto por Vera Lúcia França em “Paradigmas da comunicação: conhecer o quê?”.

Por não se tratar de uma ciência exata, mas sim de uma área que está em constante mutação, a comunicação dialoga com outras disciplinas e acaba por se tornar abrangente demais para se estabelecer uma teoria que a compreenda de forma totalmente correta e global.

O que define a especificidade da comunicação é a perspectiva por ela adotada, o olhar escolhido para se analisar determinado fato. Mais do que “mensagem - emissor / receptor”, o processo comunicativo leva em conta outros “pontos de vista”, teorias, estudos de outras áreas, além do contexto no qual essa estrutura se insere.

Para a autora, o que caracteriza a comunicação com um lugar de conhecimento é o que ela chama de alcance e olhar especializado. Trata-se da análise das mais diferentes situações sob um viés que possibilite identificar um mesmo princípio entre elas.


Ana Carolina Machado
Jornalismo - 3º período (manhã)

Um comentário:

celina disse...

boa leitura, texto fluente.