sexta-feira, 26 de março de 2010

Paradigmas da Comunicação

De acordo com o texto da Vera Veiga França a comunicação se move com muito mais facilidade que outras áreas do conhecimento. Ela não apresenta delimitações e por isso é mais aberta. Porém essa característica trás diferentes perspectivas. Não significa que todos falam do mesmo lugar, a mesma coisa. Significa a proliferação dos “pontos de vista”, e consequentemente existe a possibilidade de que as mesmas coisas sofram muitas e variadas leituras. Um exemplo é a disciplina de Teoria da Comunicação que apresenta um conteúdo não claramente definido, e não dispõe de referências sólidas.
Enfim, a comunicação é muito ampla, complexa e diversificada, porém as primeiras referências (as mais antigas) são mais consensuais e até mesmo mais específicas, mais centradas na intervenção e características dos meios de comunicação. Já as últimas, o panorama atual, longe de indicar um maior direcionamento, um maior afunilamento da área, fazem com que essa se abra cada vez mais. Existe aí a necessidade de um paradigma mais consistente e complexo para consolidar a área da comunicação.


Rogério Teotonio Rodrigues - Jornalismo - 3º Período - Manhã.

Um comentário:

celina disse...

a sua forma de apropriação do texto é bastante particular,
espero que a leitura tenha sido produtiva.