sexta-feira, 23 de abril de 2010

Hipodérmicos tardios versus funcionalistas inconscientes

O autor Juremir Machado da Silva explica em seu texto as diferenças existentes entre esses dois tipos de teorias: a hipodérmica e a funcionalista, fazendo também uma análise desses teóricos na área jornalística. Enquanto os hipodérmicos acreditam que quem obtém o poder “central” da comunicação é a mídia (e trata o receptor como fraco), os funcionalistas vão pelo sentido contrário, dando mais atenção ao que o receptor quer.

Os funcionalistas são considerados mais liberais, pensam mais no que o receptor está querendo receber, procuram agradá-lo e consideram que isso é o mais importante. Chegam a acreditar que quando a mensagem não é transmitida, a mídia que foi fraca. Totalmente oposto, é o pensamento hipodérmico.

Quem não crê no que foi feito são os hipodérmicos, que têm a necessidade de duvidar de tudo o que acontece; os funcionalistas, por outro lado, acreditam nas coisas como se fosse a mais concreta realidade.

Alunas: Júlia Magalhães, Laura Sliva e Paola Possato - 3º período, manhã.

Um comentário:

celina disse...

ok o estudo.
as cinco linhas finais não deixam claro o que exatamente vcs querem dizer.