sexta-feira, 9 de abril de 2010

Lasswell, Shannon e Weaver: os modelos teóricos de comunicação



Em ampliação ao modelo de comunicação de Aristóteles, surge em 1948 o primeiro modelo de teoria dirigido especificamente para a comunicação. O responsável é o cientista político Harold D. Lasswell, que tomou como base estudos sobre a mídia e a política.
A hipótese formulada por Lasswell é a de “Quem”, “Diz o quê”, “Em que canal”, “Para quem”, “Com que efeito”. O teórico entende a mídia como agente articulador e detentor de uma função na sociedade. Na prática, a mídia se desdobraria enquanto:
1)Canal, por onde circulam as informações;
2)Responsável por garantir a vigilância sobre seus componentes;
3)Transmissão do conhecimento para gerações seguintes.
No que diz respeito ao modelo de Shannon e Weaver, os teóricos apresentam um modelo que leva em consideração não só a quantidade de dados em um processo de comunicação, mas também os ruídos que interferem no caminho da mensagem.
Os autores apresentam a possibilidade de se estabelecer uma situação ideal de comunicação. Com a diminuição de ruídos, um maior número de dados pode ser transmitido com o menor tempo possível.
Os modelos propostos têm sua importância, mas sofrem críticas quanto ao limitado alcance teórico e a diferente aplicação com a realidade.

Alunos: Amanda |Burda de Oliveira; Camila Dronk Olenik, Magda Diane Cursino, Rubens Neto e Talita Midori Inaba.

Um comentário:

celina disse...

texto fluente, bem explicado.