quinta-feira, 1 de abril de 2010

Paradigmas da comunicação: conhecer o quê?

A autora Vera Veiga França busca discutir o estudo da comunicação em seu texto. Em os tópicos que aborda estão: a definição do objeto de comunicação, a interdisciplinaridade que envolve a comunicação, as correntes de estudo e os paradigmas da área.
A breve análise que pode ser feita a partir do texto é que a comunicação é, de fato, uma área muito abrangente sendo que seu objeto é por demais amplo e por isso não pode ser tomado propriamente como um objeto de estudo definidor de uma área, mas como um aspecto central, uma característica e uma dimensão da sociedade contemporânea.
A comunicação, portanto, compreende um processo de produção e compartilhamento de sentidos entre sujeitos interlocutores, realizado através de uma materialidade simbólica e inserido em determinado contexto sobre o qual atua e do qual recebe os reflexos. A especificidade do olhar da comunicação pode ser vista como a interseção de três dinâmicas básicas: a relação dos interlocutores, as práticas discursivas e a situação sócio-cultural.
A noção de comunicação deve ser suficientemente sólida e articulada de forma a poder ser aplicada e permitir a análise das mais diferentes situações. Conclui-se então, que o papel do especialista em comunicação, e a função da comunicação em si, é promover o debate desses vários conhecimentos que abrangem toda a área de comunicação.


Eduardo Rebonato
Gabriela Vicentino
Lidiane Tonon
Terceiro período noturno - Jornalismo

Um comentário:

celina disse...

no último parágrafo - a conclusão é de vcs, com base no artigo ou dizem que a autora afirma isso?