quinta-feira, 10 de junho de 2010

JORNALISTA FÁBIO CAMPANA FALA DE SUA ROTINA COMO JORNALISTA



É fato que pelas normas da CLT o jornalista tem uma jornada de trabalho de cinco horas por dia. Isso é o que está escrito, mais não é a real situação do jornalista hoje no Brasil.
Acompanhamos a rotina de trabalho do jornalista Fábio Campana, e temos um panorama do dia a dia do profissional que trabalha em casa, no seu carro e na redação.
Fábio Campana é jornalista e escritor, diretor da editora Travessa dos Editores, editor das revistas Et Cetera e Ideias. Colunista político dos jornais O Estado do Paraná, Tribuna do Paraná e Gazeta do Paraná. Ele conta que se divide em ser responsável por sua editora a qual é proprietário e viza um conteúdo cultural, e a responsabilidade de entregar suas colunas diárias para tantos jornais.
Fábio Campana, cita que as informações chegam por meio de assessorias e newsletter de vários veículos de comunicação, além de fontes particulares por conta de sua influência no meio político (tema de suas colunas).
Lidar com esses canais de informação, torna-se realmente uma dependência no modelo de jornalismo atual, mais também diz que em Curitiba as informações são concentradas em apenas um grupo e que na qual tem ou não o poder de manipualar as informações. “O povo curitibano, além de ser criterioso em alguns aspectos, e estar dentro de uma grande metropole, necessita de todos os tipos de informação, desde um assassinato na região metropolitana até um terremoto no Haiti, mas deve analisar o objetivo e o sentido da informação encima de um simples fato”. Diz o jornalista.
Por ser diretor-proprietário de sua editora, Fábio afirma que todo o conteúdo produzido por seus produtores é previamente analisado pessoalmente por ele e depois autorizado para produção das matérias, já em suas colunas, seu conteúdo diário é analisado pelo editor chefe do jornal, antes de ser produzido e chegar na mão do leitor.
Alunos: Flávio Campana, João Paulo Teles, Otavio Fernando Lopes, Gilmar Roscziniak e Danilo Ribeiro.

Um comentário:

celina disse...

ok, dá a visão de um profissional.
revista (digitação e ortografia)