domingo, 19 de setembro de 2010

Av. Republica Argentina

Sempre em constante mudança, esta avenida define bem o que Stuart Hall quis dizer com a transformação de identidade. Desde os meus cincos ou seis anos me recordo de passar todos os dias para ir a escola que era bem na esquina da República com a Av. Iguaçu. Com cada vez mais prédios e novos comércios ela está ganhando um novo ar, porém para mim ainda existe aquele ar curitibano, quando tenho tempo para caminhar por ali, percebo que é meu lugar predileto em Curitiba.
Com um dos simbolos da cidade, o biarticulado, passando por ali, sinto a mistura de cidade grande e moderna com um pouco do passado, pois mesmo com tantas novidades, a cidade ainda consegue manter intacto lugares como a Igreja de Portão no meio de tanto movimento.

Ana Carolina Weber - 2º - Jornalismo manhã

4 comentários:

celina disse...

é, creio q a região é um bom exemplo das mudanças. o canclini vai falar melhor sobre isso. veja em culturas híbridas.

Anônimo disse...

Ao menos ponha os acentos mesmo que apenas saiba falar e escrever em "marroquinÊS", TAL E QUAL COMO OS LISBURRETAS, habitantes de Lisboa, capital do antigo Império. Felizmente, hoje, até um Lula Cafufa chega a presidente do banco lateral do eléctricos de Lisboa.

mc disse...

Como apaixonado por Curitiba (embora carioca da gema e paulistaníssimo de coração), não pude deixar de notar o blog de vocês. Amo qualquer cidade que se valorize, que tire partido de sua urbanidade para a qualidade de vida. Muitas saudades dos meus longos passeios curitibanos, com direito a um belo cacorro-quente no Triângulo no final. Quanto aos posts, alguns são muito bem escritos, reacendendo meu interesse por Hall. Também sou jornalista na minha Sampa querida que tanto amo... Mas que seu blog aumentou uma saudade que já vinha me espetando por esses dias... ah, isso ele fez. Curtam bastante essa cidade que eu amo. Logo estarei aí pra mais caminhadas e meu café no Largo da Ordem. Parabéns pelo blog! Já esté entre meus favoritos e colocarei o link nos meus blogs.

mc disse...

Por acaso você é parente da Maíra Weber, também jornalista e competente atriz?