sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Parque Tanguá, o choque de verde no meio do cinza.


O parque Tanguá ainda é uma reserva de paz em meio a barulhenta cidade grande. Lugar ideal para contemplar as coisas simples da natureza e fugir da correria de Curitiba. Os lagos, as matas, as plantas, as cachoeiras...contribuem para criar uma zona de conforto. Um lugar aonde o cinza das ruas torna-se o verde das gramas, os rios poluídos dão espaço aos chafarizes, o barulho do trânsito cessa e então é possível ouvir o cantar dos pássaros. Talvez a sensação de paz, calma, encanto, deixa-me mais próximos à paz interior e à tão sonhada liberdade. Liberdade por estar desvinculado ao ritmo frenético da capital paranaense.


Juliano de Mattos Oliveira

Um comentário:

celina disse...

titulo impactante e poetico, belo texto...só faltou o hall.