sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Praça Santos Andrade


Para Stuart Hall, a pós-modernidade gerou uma crise de identidade, uma vez que o mundo estava estabilizado em uma identidade e as mudanças abalaram quadros de referência, pois promoveram um deslocamento de estruturas centrais da sociedade. Neste contexto de transformações, houve uma pluralização de identidades; o indivíduo passa a ser composto não por uma, mas por várias identidades, muitas delas contraditórias entre si.

É este o conceito presente na foto: o prédio histórico da Universidade Federal do Paraná, localizado na Praça Santos Andrade, segue um estilo tradicional, antigo, contudo está rodeado por edifícios modernos, asfalto e, ao mesmo tempo, por árvores e grama.

Este é um dos lugares com os quais mais me identifico em Curitiba. Além de mostrar estes paradoxos velho/novo, urbano/"rural", trata-se de uma universidade, o que, junto aos elementos já citados, representa perfeitamente a atual fase da minha vida: sou uma universitária de identidade pluralizada.


Ana Carolina Machado
Jornalismo (manhã) - 4º período

Um comentário:

celina disse...

trabalho de destaque - pertinente interpretação do hall, adequada representação do conceito e bom modo de colocar-se "dentro".