sexta-feira, 17 de setembro de 2010

O Paiol de Pólvora


A visão que temos do Teatro Paiol é apenas de um local de alguns shows e pequenos eventos, mais sua história vai muito além disso. Construído no período entre 1905 e 1906, era um depósito militar de pólvora. Foi transformado e modificado por diversas vezes; Após 1917, abrigou os arquivos municipais. Mais tarde funcionou como sede de uma diretoria encarregada de preparar o asfalto para a pavimentação das ruas da cidade.

Totalmente modificado, foi restaurado pelo arquitedo Abrão Assad, que procurou manter suas características, com traços arquitetônicos romanos em forma circular. O prédio foi inaugurado como teatro em 1971, com um show de Vinícius de Moraes.

Hoje é um dos maios valiosos patrimônios históricos, e faz parte da rota de turismo para turistas que veem conhecer a cidade.

Quando cheguei em Curitiba, morava proxímo ao teatro e passava em frente todo dia, via a grandeza arquitetônica do local e também infelizmente o desacaso na época.

Alguns anos se passaram e hoje o TEATRO PAIOL é admnistrado pela Fundação Cultural de Curitiba , com um estrutura invejável para muitos centros de eventos da cidade.

Stuart Hall diz que as transformações estão mudando e não existe uma identidade única. A identidade é constantemente transformada de acordo com o meio que o indivíduo está inserido. A preservação deste patrimônio cutural é um dever para as pessoas quem contribuem direta ou indiretamente com a preservação do teatro, e conforme a visão de cada ser.

Por mais que seja preservado, o "Paiol de Pólvora" estará sempre em evolução para melhor receber seus convidados.

TEATRO PAIOL: Praça Guido Viaro - Prado Velho - Curitiba
FONE: 41 3213-1340



Flávio Campana - JORNALISMO - NOITE

Um comentário:

celina disse...

ok, legal ter buscado informações, o q é legal, mas parece um tanto institucional...é preciso citar a fonte de pesquisa.