sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Edgar Morin




Edgar Morin se posiciona de forma pessimista em relação à cultura de massa.


Edgar Morin é um sociólogo, antropólogo e estudioso francês que discute dentre diversos outros temas, os estudos culturais e os meios de comunicação de massa. Criou a teoria da complexidade e defende a interligação de todos os conhecimentos. Em seu livro “Cultura de massas no século XX”, o autor expõe sua visão negativa em relação à cultura de massa. Destaca-se ainda na visão de Morin, o fator de dominação relacionado a esta forma de cultura, já que esta age diretamente se integrando e influenciando a vida pessoal e social dos indivíduos. A principal manifestação da cultura de massa, segundo o autor, é o espetáculo que está ligada a área de lazer. Morin explica que o espetáculo é uma maneira de apresentar os conteúdos que tenham de alguma forma uma relação, não sendo apenas o espectador mas vivencie daquele universo. Apartir da década de 1930, o final feliz dos acontecimentos é a principal característica da cultura de massa, que desejam realizar as vontades do imaginário de sua audiência.

- O livro foi escrito na década de 1960 e os assuntos tratados ainda se encaixam na sociedade de hoje ao explicar o surgimento da cultura de massa e ao analisar suas relações com outras culturas e com a sociedade -

“O imediato em si não permite o ato de conhecer e isso porque uma certa distância sempre se faz necessária.” (E. Morin)

Fontes:
  • educarparacrescer.abril.com.br/aprendizagem/materias_296365.shtml?page=page1
  • www.facasper.com.br/noticias/index.php/ordinarios-estrangeiros,n=2095.html
  • www.globalizacion.org/biblioteca/MorinGPlural.htm

Alunas: Camila Olenik e Talitha Maximo
4º período – Jornalismo - Manhã

Nenhum comentário: