sábado, 20 de novembro de 2010

MICHEL MAFFESOLI


Nascido em 14 de novembro de 1944, o sociólogo francês Michel Maffesoli é conhecido por suas análises acerca da pós-modernidade e pelo conceito de tribo urbana. Esta se constitui de grupos que se unem por afinidade, vestem-se de forma parecida, compartilham pensamentos, ideias, criam um estilo próprio, como os “emos”, por exemplo. Sobre isso, Mafessoli escreveu o livro O tempo das tribos: o declínio do individualismo nas sociedades modernas (publicado em 1988). Nesta obra, defende-se que na pós-modernidade o individualismo é substituído por uma necessidade de identificação, sendo que isso se reforça pela tecnologia, através da internet, da televisão.
Maffesoli é também autor de A violência totalitária: ensaio de antropologia política. Para ele, a sociedade se baseia em uma constante necessidade de re-estruturação, sendo que esta se dá por meio da violência e da revolta. Contudo, depois de um tempo, a comunhão social estabelecida dessa forma se torna autoritária – já que é comandada de fora – então se reinicia o processo pela busca de uma nova organização, o que desencadeia um ciclo de violência totalitária.
Hoje, atua como vice-presidente do Instituto Internacional de Sociologia, fundado em 1893, por René Worms, e é membro do Instituto Universitário da França desde setembro de 2008.

Alunas: Ana Carolina Machado; Flávia de Andrade Nóbrega
Jornalismo (manhã) – 4º período

Fontes:
http://www.socitec.pro.br/michel-maffesoli-1944/

MAFFESOLI, Michel. O tempo das tribos: o declínio do individualismo nas sociedades modernas. Forense Universitária: Rio de Janeiro, 1998.

______. A violência totalitária: ensaio de antropologia política. Sulina: Porto Alegre, 2001.

Nenhum comentário: