terça-feira, 31 de maio de 2011

O Veículo Rádio

A Pesquisa elaborada foi baseada em três diferentes emissoras de presença jornalística. A Rádio Banda B, a qual teve um acompanhamento em especial do Jornalista Tiago Silva. A Rádio CBN, sendo o jornalista entrevistado o Filipi Oliveira e da Band News a jornalista Lorena Pelanda. Uma das principais características apontada pelos entrevistados em relação ao veículo em que trabalham é a busca em atender o interesse coletivo.

Buscar trabalhar a notícia de modo que ela alcance o maior número de pessoas possível, procurando proporcionar a elas uma maior proximidade entre veículo e ouvinte. O tom coloquial que o rádio trabalha, e a questão do jornalismo cidadão, em que o próprio ouvinte pauta as rádios são características fortes.
Buscam transmitir as informações factuais e de maior relevância em primeiro momento e, na sequência, apresentam o material pautado pelos ouvintes e/ou repórteres e produtores, de acordo com o grau de coletividade e aprofundado pelos repórteres.
As três emissoras começam sua produção diária com reunião de pauta e definição dos assuntos a serem trabalhados. Sugestões de ouvintes, releases de assessorias de imprensa e sugestões dos próprios repórteres são consideradas.

A rádio Banda B se diferencia um pouco das rádios CBN e Band News por ter um tom mais descontraído, talvez um apelo mais popular. A CBN parece seguir um modelo de rádio tradicional, mais sério. A Band News fica no meio termo. Todas desempenham o papel de jornalismo cidadão.

Acompanhar diferentes veículos e seus profissionais nos permite visualizar o modo como cada emissora busca a notícia e a trabalha, para atingir e transmitir da melhor e mais clara forma possível seu público alvo.

Alunos: Rubia Lorena Curial Oliva
Letícia Martins Donadello
Julio Cesar Glodzienski
Fellipe Gaio da Silva
Felipe Martins Gonçalves
(3º período - noite)

Um comentário:

celina disse...

ok as conclusões. o texto está um pouco truncado, merecia ser mais trabalhado, articulado.