quarta-feira, 31 de agosto de 2011


Alunos: Gabriela Campos, Isabella Rosa, Marília Alberti, Thays Schumacher e Tiago André dos Santos
Jornalismo noturno PUCPR

IDENTIDADE CULTURAL

Rua XV de Novembro ou então, a Rua das Flores. A identidade de Curitiba e a nossa também.
Pessoas, encontros, trabalhos, sons, palco de manifestações sócio-políticas. Mas o que faz com que essa rua seja caracterizada como uma identidade da capital do Paraná? Talvez seja o fato de ter sido, com a criação do calçadão no local, a primeira grande via pública no Brasil exclusiva para pedestres, inaugurada em 1972. Ou então, a parte da arquitetura, com prédios enormes, canteiros de flores e sobrados antigos, juntamente com aquelas construções considerados importantes para a cidade, como o Palácio Avenida, prédio histórico da Universidade Federal do Paraná, Teatro Guaíra e Reitoria da UFPR. A rua também mostra bares conhecidos, artistas de rua, trabalhadores e transeuntes.
Historicamente falando, a Rua das Flores já foi batizada por outros nomes. No ano de 1889, poucos dias após a proclamação da república em 15 de novembro, os camaristas de Curitiba homenagearam o feito de marechal Deodoro da Fonseca com a substituição do nome Rua da Imperatriz pelo atual nome, Rua XV de Novembro.
Com todas essas características é quase impossível não se identificar com alguma delas. Lugar de muito movimento, porém se você quer sossego e tomar aquele café da tarde em uma tarde fria de Curitiba, é só caminhar até a famosa Confeitaria das Famílias. Tradicionalmente espanhola, mais um clássico que completa a Rua mais famosa da cidade.
A junção de todos esses aspectos é o que faz a rua XV de Novembro ser conhecida na cidade e em diversos lugares, atraindo curitibanos e turistas para apreciar o coração de Curitiba.

Um comentário:

celina disse...

bom exercicio. curioso como, de alguma maneira, mistura-se a percepção de vcs com o olhar da midia, mais institucional.