quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Fusca, uma paixão nacional

Ao analisar uma coisa, como proposta de trabalho, o Fusca foi o escolhido. Uma análise feita no período de sete dias, compreendendo de 24 de agosto a 30 de agosto. Nela foi observada a frequência com que o Fusca é noticiada nos jornais, e a forma com que ele aparece e é apresentado. Foram três jornais impressos escolhidos Gazeta do Povo, O Paraná e Jornal de Beltrão.
Conhecido mundialmente, o Fusca recebeu um apelido de paixão nacional, um apego que é transmitido de geração em geração. São clubes, exposições, eventos, tudo baseado em fuscas. Como aponta a matéria do Jornal O Paraná, aonde apresenta uma corrida realizada apenas por fuscas, são pilotos apaixonados pelo veículo, que fazem dele mais que um utensílio, um lazer. Sendo a única reportagem que fala a respeito dos fuscas registrada.
Uma cultura advinda da Alemanha que conquistou e conquista o coração dos brasileiros. Várias são as formas de se expressar essa paixão, simples, mais rústico faz parte da cultura brasileira. Impossível andar nas ruas da capital sem ver um só, não por ser barato, pois atualmente é peça de colecionador, mais pelo prazer de circular em uma coisa que formou uma identidade do Brasil.
Apesar de toda essa fama, ele não é tratado na mídia de forma frequente. São raras as reportagens em jornais, mais amplas em revistas, tudo devido ao fato de ser um assunto de grande profundidade histórica.

Jornalismo - 4º Período - Noite
Julio Cesar Glodzienski
Letícia Donadello
Rubia Oliva

Um comentário:

celina disse...

ótimo exercicio em um bom texto.
gostei de como colocaram
"... formou uma identidade do Brasil (reconhecendo como uma das).