terça-feira, 30 de agosto de 2011

Praça do Japaão


A Praça do Japão é uma homenagem aos filhos do "Sol Nascente" que aqui se radicaram dedicando-se à agricultura. Existem espalhadas pela praça 30 cerejeiras enviadas do Japão pelo Imprério Niponico, e lagos artificiais nos moldes japoneses. Em 1993, foi construído o Portal Japonês, a Casa da Cultura e a Casa de Chá.


É um lugar que me identifico porque já tenho tradição da descendência japonesa na minha casa, e também posso ir lá sempre que quiser, pois é próxima da minha casa. A Praça tem uma área bem arborizada de 14 mil m² no bairro Água Verde. Tem linhas tradicionais dos jardins japoneses, possuindo um lago de carpas, e cerimôni de chá às quintas e um museu.

A imigração japonesa no Brasil teve início em 1908, num acordo entre os governos do Brasil e do Japão. Em 28 de abril daquele ano, 781 japoneses partiram de Kobe, no Japão, à bordo do navio à vapor Kasato Maru. A maior parte dos japoneses saíram das cidades de Okinawa, Kagoshima, Fukushima e Hiroshima. Chegaram ao porto de Santos em 18 de junho de 1908, após 52 dias de viagem. Dirigiam-se, principalmente, às lavouras cafeeiras de São Paulo e norte do Paraná. Depois desses pioneiros, milhares de imigrantes japoneses continuaram a chegar ao Brasil.

Há também vídeos do local, http://www.youtube.com/watch?v=d3lVt4CqWXk


Karen Okuyama

Um comentário:

celina disse...

ok o relato da identificação.
você reelaborou todo o texto ou é o da fonte pesquisada? caso tenha esquecido de modificar o texto, faça isso.