terça-feira, 30 de agosto de 2011

Street Extreme na mídia

O meu lugar escolhido foi a Street Extreme Escola de Dança que é especializada em aulas de Hip Hop. As matérias citam o lugar, mas focam principalmente na cultura Hip Hop.
A partir da análise das reportagens, que são mais comuns na televisão, pude perceber que elas são mais frequentes no período dos festivais de dança. A maioria das matérias analisadas foram feitas perto do Festival de Dança de Joinville realizado no mês de julho em todos os anos.
Elas não trazem muitas novidades e são muito parecidas entre si. Trazem os diversos lados da cultura, como a dança, a música e a arte das ruas, de tal forma a mostrar o lado que muitas pessoas não conhecem, e principalmente para aquelas que têm algum preconceito. Mostram também os novos talentos, e como elas são mais frequentes na televisão, trazem diversas cenas de dança.
Portanto, percebi que as mídias tratam do Hip Hop sempre da mesma maneira, não trazendo novidades. A matéria da ÓTV foi a única que trouxe um diferencial: além das explicações realizadas sobre a origem do Hip Hop, a repórter realizou uma aula de dança, fungindo do comum. Assim, para chamar mais atenção para esse assunto que não é muito divulgado e conhecido, tanto a internet, como a televisão e o impresso, deveriam abordar temas de maneiras diferentes todos os anos e não só nos períodos dos festivais.
Fernanda Vargas de Oliveira

Um comentário:

celina disse...

ok
nao fica clara a sua forma de pertencer ao lugar.