quinta-feira, 24 de novembro de 2011

PIERRE FÉLIX BOURDIEU




Pierre Félix Bourdieu foi um sociólogo francês conhecido por ser um dos mais importantes seu tempo. Pierre estudou filosofia no Collége de France onde posteriormente passou a lecionar. A partir dessa época, ele passou a criticar a sociologia como disciplina, escrevendo vários artigos criticando e propondo uma nova forma de se fazer sociologia dentro da própria sociologia. Entre suas mais de trezentas obras, Bordieu aborda questões de cultura, educação e teorias no domínio do poder.
Em suas teorias ele defende que o poder só pode ser exercido por aqueles que não o admitem terem ou que não o reconhece como arbitrário, mas que sabem que com ele pode-se obter o equivalente ao que se conquista por força física ou econômica. Bordieu também foi o criador de conceitos como o de “Violência Simbólica”, que consiste na aceitação do individuo a se posicionar no espaço social seguindo critérios e padrões dominantes do meio, além de criar conceitos de “Campo”, “Habitus” e “Capital”.
Na área de comunicação social o sociólogo critica o telejornalismo fazendo uma comparação com a politica. Para ele, o telejornalismo tem uma visão estreita e manipuladora dos fatos, além da televisão possuir uma busca incessante pelo maior número de audiência. Pierre também era contra a globalização neo-liberal e era engajado em causas sociais, sendo defensor dos imigrantes ilegais, dos desempregados e da autonomia intelectual. Falecido na França em 23 de janeiro de 2002, Bourdieu é tido como um dos mais influentes sociólogos da história, fato que lhe rendeu uma ong que leva seu nome em homenagem.


FONTES:






Alexandre Senechal

Felipe Martins

Um comentário:

celina disse...

ok, boa aproximação da comunicação.