quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

A Comunicação como Diálogo

Filósofo referencia na análise do discurso, Mikhail Bakhtin concebe a comunicação como um processo dialógico. Mais do que um simples sistema de transmissão de sinais, a linguagem e a comunicação têm a função de proporcionar interação entre interlocutores, manifestando aspectos sociais, culturais e históricos.

O filósofo alemão Jürgen Habermas também fez considerações acerca da comunicação como processo dialógico, no qual sujeitos, capazes de linguagem e ação, interagem com fins de obter um entendimento. Nessa formulação, estão delineados alguns pontos centrais da teoria da ação comunicativa ou da competência comunicativa. São eles: a compreensão da comunicação como interação, a centralidade da linguagem como medium privilegiado do entendimento - daí a noção de dialogia e a compreensão do entendimento como sendo o objetivo da comunicação.

Links consultados:

http://revistaescola.abril.com.br/formacao/formacao-inicial/filosofo-dialogo-487608.shtml?page=1

http://www.uff.br/mestcii/ines1.htm


Fontes:

Mikhail Bakhtin

Jürgen Habermas


Alunas: Luize Souza e Liris Weinhardt.

Jornalismo - 3º período - Noite


Nenhum comentário: