quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

O processo de Comunicação - Graciele Gessner


1. O Que é Comunicação?

Comunicação é o processo de transmitir a informacção e compreensão de uma pessoa para outra. Se não houver esta compreensão, não ocorre a comunicação. Se uma pessoa transmitir uma mensagem e esta não for compreendida pela outra pessoa, a comunicação não se efetivou.
Segundo Chiavenato (2000, p. 142), é a troca de informações entre indivíduos. Significa tornar comum uma mensagem ou informação.
Ao conceito de Scanlan (1979, p. 372), a comunicação pode ser definida simplesmente como o processo de se passar informações e entendimentos de uma pessoa para outra.

1.1 O Processo de Comunicação

Cada período de comunicação é diferente de qualquer outra. O processo de comunicação é composto de três etapas subdivididas:

1 - Emissor: é a pessoa que pretende comunicar uma mensagem, pode ser chamada de fonte ou de origem.
a) Significado: corresponde à ideia, ao conceito que o emissor deseja comunicar.
b) Codificador: é constituído pelo mecanismo vocal para decifrar a mensagem.

2 - Mensagem: é a ideia em que o emissor deseja comunicar.
a) Canal: também chamado de veículo, é o espaço situado entre o emissor e o receptor.
b) Ruído: é a perturbação dentro do processo de comunicação.

3 - Receptor: é a etapa que recebe a mensagem, a quem é destinada.
a) Descodificador: é estabelecido pelo mecanismo auditivo para decifrar a mensagem, para que o receptor a compreenda.
b) Compreensão: é o entendimento da mensagem pelo receptor.
c) Regulamentação: o receptor confirmar a mensagem recebida do emissor, representa a volta da mensagem enviada pelo emissor(Feedback).

De acordo com o conceito de Gil (1994, p.33):

Uma pessoa (emissor) tem uma idéia (significado) que pretende comunicar. Para tanto se vale de seu mecanismo vocal (codificador), que expressa sua mensagem em palavras. Essa mensagem, veiculada pelo ar (canal) é interpretada pela pessoa a quem se comunica (receptor), após sua decifração por seu mecanismo auditivo (descodificador). O receptor, após constatar que entendeu a mensagem (compreensão), esclarece a fonte acerca de seu entendimento (regulamentação).
Pode-se, portanto, dizer que a comunicação só pode ser considerada eficaz quando a compreensão de receptor coincide como o significado pretendido pelo emissor.

1.2 Tipos de Comunicação

1.2.1 Comunicação Verbal:
Quase toda a comunicação verbal é realizada por escrito e devidamente documentada por meio de protocolo, mas é composta pela palavra.
Comunicação Oral: são as ordens, pedidos, conversas, debates, discussões.
Comunicação Escrita: são as cartas, telegramas, bilhetinhos, letreiros, cartazes, livros, folhetos, jornais, revista.

1.2.2 Comunicação Não-Verbal:
Através desta comunicação não-verbal ocorre a troca de sinais: olhar, gesto, postura, mímica.
Comunicação por mímica: são os gestos das mãos, do corpo, da face, as caretas.
Comunicação pelo olhar: as pessoas costumam se entender pelo olhar.
Comunicação pela postura: o modo como nos sentamos, o corpo inclinado para trás ou para frente, até mesmo a posição dos pés. Tudo isso na maioria das vezes é o nosso subconsciente transmitindo uma mensagem.
Comunicação por gestos: pode ser voluntária, como um beijo ou um cumprimento. Mas também pode ser involuntária, como por exemplo, mãos que não param de rabiscar ou de mexer em algo. Isso é sinal de tensão e, ou nervosismo.

Referências
AMADO, G.; GUITTET, A. Administracção da comunicação nos grupos. 2 ed. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1982.
CARVALHO, A. V.; SERAFIM, O.C. G. Administracção de recursos humanos. 2 ed. São Paulo: Pioneira, 1995.
CHIAVENATO, Idalberto. Introdução à teoria geral da administracção. 6 ed. Rio de Janeiro: Campus, 2000
GIL, Antônio Carlos. Administracção de recursos humanos: um enfoque profissional. São Paulo: Atlas, 1994.
SCANLAN, Burt K. Princípios de administracção e comportamento organizacional. São Paulo: Atlas, 1979.
WELL, Pierre. Relações Humanas na família e no trabalho. 37 ed. Petrópolis - RJ: Vozes, 1983.

Fonte


Alunos: Rafaela Bez; Flávio Darin; Marcos Vinícius; Marcio Morrison; Pedro Domingues.

3º período Comunicação Social - Jornalismo/Manhã.

3 comentários:

celina disse...

ok a postagem. boa pesquisa, com fontes diversificadas.
só observo q, ainda q a bibliografia seja variada, não faz parte da linha adotada na disciplina.
pra proxima, procurem ficar por perto das bibliografias indicadas.

celina disse...

obs2 - decodificador (sobrou um S...), entre outras questões (ex informacção) de revisão. revisar melhor.

isabelle disse...

A teoria da informação, por ter sido desenvolvida por matemáticos e engenheiro, não se preocupa com a mensagem a ser passada e sim como vai ser passada.
Por isso ocorre os ruídos, que são inevitáveis. Que pontos você mudaria, para tentar evitar os ruídos?