quarta-feira, 14 de março de 2012

"Paradigmas da Comunicação: conhecer o quê?" - Francisco Mallmann, Hellen Albuquerque, Laura Nicolli e Victor Hugo

A reflexão desenvolvida no texto de Vera Veiga França, “Paradigmas da Comunicação: conhecer o quê?” aborda a questão da delimitação e da especificidade da disciplina de comunicação. A autora discorre sobre a falta de clareza na definição do objeto da comunicação, e para isso revê de forma crítica as bases conceituais, a sistematização (e também a falta dela) na disciplina de Teorias da Comunicação, os aspectos que edificam, estruturam e definem a comunicação, a interdisciplinaridade, as correntes de estudo, os teóricos, as escolas e frentes, e por fim os paradigmas da área.

O grupo, durante a leitura e discussão, apontou alguns trechos que foram, em comum, considerados interessantes. Infelizmente não cabe neste espaço a citação de todos eles, elegemos, portanto, dois, que se referem à especificidade do objeto e de sua abrangência: “A especificidade vem do olhar, ou do viés, que permite vê-las e analisá-las enquanto comunicação, isto é, na sua natureza comunicativa.”, “Esse objeto, supostamente simples e objetivo, na verdade é por demais amplo – e não pode ser tomado propriamente como um objeto de estudo definidor de uma área, mas como um aspecto central, uma característica e uma dimensão da sociedade contemporânea. Essa dimensão da vida social, ao ser tratada pelas várias disciplinas, não demarca o terreno particular de uma única”.

Após o debate, o que mais nos chama a atenção é o desfecho do texto. A autora aponta elementos que indicam outra concepção, um novo paradigma, que torne a legitimar a comunicação como um processo amplo e global (É este alcance – permitindo-nos analisar situações tão diferenciadas - e este olhar especializado – possibilitando-nos achar um denominador comum em todas essas situações - que caracterizam o nosso saber e fazem do viés da comunicação um lugar de conhecimento). Gostamos de pensar que talvez a responsabilidade da mudança de olhar e concepção também estejam em nossas mãos.

GRUPO: FRANCISCO MALLMANN, HELLEN ALBUQUERQUE, LAURA NICOLLI E VICTOR HUGO.

JORNALISMO – MANHÃ – 3º PERÍODO

Um comentário:

celina disse...

ótima reflexão e texto bem articulado.